quarta-feira, 1 de julho de 2015

Saibam mais sobre a OCONNOR


Simplesmente um rock and roll Argentino de muita qualidade. A banda OCONNOR está na cena desde 1998 e possuem vasta experiência em sua bagagem ao longo desses anos, pois já dividiram o palco com bandas consagradas no cenário mundial como Iron Maiden, Motörhead, Slayer, Soufly, Helloween, a brasileira Barão Vermelho, Suicidal Tendencies, Offispring, entre outras. Com pouco mais de 17 anos de carreira eles já possuem 12 álbuns lançados na carreira. OCONNOR também participou dos principais festivais nacionais e internacionais, como Rock Quilmes, Conquin Rock, Monsters of Rock, entre outros. Acompanhe a banda OCONNOR nas redes sociais e fique por dentro das notícias e novidades sobre os caras, bem como sua agenda de shows e lançamentos.



Saibam mais sobre a banda:


OCONNOR começa a tomar forma no final de fevereiro de 1998, quando mesmo Claudio O'connor era parte de MALON, seu novo grupo depois de HERMETISMO, desde que sua ideia era inicialmente ter um compromisso pessoal paralelo, mas com o tempo é o que é como o projeto original.

Com a formação principal foi gravado "Há um lugar", a produção continuou a que uma carreira de gravação interessante. "Yerba mala nunca muere": apresentado com o lendário rock CEMENTO site e amontoada capacidade reconhecida. "Dolorización": é publicado simultaneamente no México e no Brasil, após a aceitação de sucesso no Uruguai. "Sempre viva" é seu primeiro material ao vivo a gravação de um show no teatro. "Tempo é tão pequeno", com o PELLO MUSIC como uma gravadora, lançado punts sob o trabalho contínuo para continuar a posição da banda. O quinto álbum de estúdio "Que estão dando à luz" é editado por Tocka discos com distribuição da Sony/BMG e vem com uma exibição notável da banda. "Still life", material de estudo, a seguir tem a nova incorporação de Fernando Cosenza na guitarra e representa um som moderno, direto e mais rocker do que o anterior. Durante a promoção do estilo de vida, lançamentos de OCONNOR "Ladécada Tour ao vivo" DVD + CD, um material duplo produzido novamente - como toda a discografia da banda - por Hernán García. Editado por Tocka records e Sony Music, gravou o último show da turnê que os levou em toda a Argentina e países vizinhos, no cumprimento dos seus dez anos de história.
Consagrada como uma banda de culto em seu gênero e após várias turnês e destaca programas como: "Monsters of Rock", "Quilmes Rock", "Cosquín Rock" estágios compartilhados com artistas de renome mundial: "IRON MAIDEN", "MOTORHEAD", "SLAYER", "SOULFLY", "HELLOWEEN", "BARÃO VERMELHO", "SUICIDAL TENDENCIES", "OFFSPRING", entre os quais pode ser destacada a carreira de OCONNOR.
No ano de 2009 era o número uma vez mais em emissão festivais nacionais Cosquin Rock e Rock Quilmes, dividiu o palco com o IRON MAIDEN, SEPULTURA, apresentou seu álbum ascendente ainda vida em El Teatro Colegiales e abriu o show exclusivo de céu e inferno teve lugar no Luna Park, declarando assim OCONNOR é uma maneira enérgica verdadeiro ícone "agitar" o teste que não parava em 2010 que começa com tudo para a banda, dando METALLICA no estádio River Plate abrindo em Janeiro e abrindo para MEGADETH no estádio Luna Park, em abril. Após um ano cheio de apresentações (entre os quais se destaca na apresentação de outubro da OCONNOR no Pepsi música 2010 na Costanera Norte juntamente com RAGE AGAINST THE MACHINE e QUEENS OF THE STONE AGE, sendo a única banda nacional pisando o palco principal), a banda, com a nova entrada de Darío Casciaro nas guitarras, gravou seu novo álbum , "Rio estranho", com ações de periquitos Juanchi Baleirón e Lisardo Álvarez de D-Dinis, disco que ganha as ruas em novembro.
No ano seguinte, a besta não parou sua marcha: 19-fevereiro 20, 2011 é realizada a série de shows de "um lugar que nunca morre" no quarto do fundos, apresentando seus dois primeiros álbuns e sendo gravado por mais edição no mês de julho. Nesse ano também esteve presente no palco do GEBA com OZZY OSBOURNE e enterro no mês de março e na parte de trás novamente apresentado oficialmente "Estranho de Rio", com ingressos vendidos novamente para fora.
Durante o final desse ano e a presença da marca de Iván Iñíguez assumindo as 6 cordas, a banda entra em "Norberto Pappo Napolitano" estudos para editar apenas começado a 2012 seu disco "um pouco de respeito", no qual a banda homenageia os gostos de Luis A. Spinetta, The Doors e Rod Stewart , entre outros. A apresentação do álbum é realizada no teatro Vorterix (ex-alunos) com grande impacto, o resto da OCONNOR de 2012 ele encontrou em um stand devido à atividade de Claudio O´connor em Malon tinha retornado a atividade pouco antes... mais de 2 anos após seu último show (14/04/2012) em Haedo banda começa a tomar forma o grande retorno aos palcos dia 05 de novembro o mesmo Claudio deu a notícia do retorno da besta, além da novidade que inclui o retorno de Fernando Cosenza nas guitarras junto com Ivan Iñiguez para este retorno em uma data especial, que terá 2 guitarras para o grande retorno aos palcos que serão uma noite única e irrepetível , dia 28 de março de 2015 no teatro Vorterix é a data em que você dá o retorno esperado.


Formação:

Claudio O´connor: Voces
Hernán García: Bajo
Pablo Naydon: Bateria
Ivan Iñiguez: Guitarra
Fernando Cosenza: Guitarra

Track list:
"Un Poco de Respeto"

01. «Yo caníbal» (Patricio Rey y sus redonditos de ricota)
02. «No soy un extraño» (Charly García)
03. «Jumpin Jack Flash» (Rolling Stones)
04. «Una casa con 10 pinos» (Manal)
05. «Redemption Song» (Bob Marley)
06. «Un gato en la ciudad» (Miguel Mateos)
07. «Touch Me» (The Doors)
08. «Ana no duerme» (Almendra)
09. «Forever Young» (Rod Stewart)
10. «Hombres de hierro» (León Gieco)



Vídeo:

"Castigo y Perdon (2015)"



Contato: