sábado, 25 de julho de 2015

Saibam mais sobre a PROYECTO QUASAR


A banda Proyecto Quasar foi fundada no ano de 2005 em Morón, Buenos Aires - Argentina. Completando 10 anos de estrada, eles possuem 3 trabalhos já lançados em sua discografia, são eles, "Proyecto Quasar" (2008), "Prosopagnosia" (2011) e por fim "Donde los Pajaros Temen" (2014), onde todos podem ser curtidos por Streaming no bandcamp da banda. Eles tocam o puro rock alternativo argentino, com excelentes riffs, inserção de eletrônicos e canções muito bem arranjadas. Acompanhem o trabalho da banda Proyecto Quasar nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades e lançamentos sobre os caras.



Saibam mais sobre a banda:


Desde sua estréia nos cinemas de Buenos Aires, no início de 2004, o Proyecto Quasar viajou um longo caminho, mostrando sua arte através de vários pontos da Argentina. Emanuel Loyola (guitar and vocal) Miguel Atencio (vocal and percussão) Mariano Potichkin (bateria), Federico seguro (baixo), Ignacio Ponzone (teclados e kaoos almofada), Matias Zechariah salas de formação inicial (percussão), assim, a corrente da banda.
Com influências de bandas como The Mars Volta, Radiohead, Muse, Pez, King Crimson e Astor Piazzola, entre outros.

A partir da edição do primeiro álbum, Quasar começou a fazer apresentações ao vivo com mais freqüência e explorando diferentes partes da capital e grande Buenos Aires.

Em outubro, a 16 e 17 de outubro conhecer com precisão, o que seria 'Prosopagnosia', o segundo álbum da banda.
Proyecto Quasar continua em turnê de diferentes partes do Bs As, compartilhando shows com bandas da cena no âmbito local, criando assim uma identidade e mística própria.

Atualmente está promovendo um vídeo sob o nome "Onde as aves são sessões de medo" disse audiovisual uma revisão por seus dois álbuns anteriores com reversões interessantes e apresenta músicas do próximo álbum intitulado "onde os pássaros têm medo", data deste ano que será sem data definida ainda.

Eles são definidos como "ignorante tentando fazer música", embora sendo assim, conseguem criar uma fusão emocional, interpretando com o conhecimento técnico justo e necessário, sem ter doutoramentos ou Megesterium em nada mais do que seus ouvidos.
Eles fazem canções, simplesmente. Uma mistura de sons eletrônicos, guitarras altas, possuía um baixo, mais uma bateria com cortes complexos, mistura entre melodias, vocais, percussões, psicodelia e rock acima de tudo, digno de ser ouvido.


Formação:

Emanuel Loyola
Federico Segura
Miguel Atencio
Ignacio Ponzone
Matias Zacarias
Mariano Potichkin