sexta-feira, 26 de junho de 2015

Saibam mais sobre a SOUNDS OF JAWZ


Sem dúvidas uma das histórias mais empolgantes e emocionantes de se ler até agora. Um Californiano que iniciou sua carreira tocando em bandas e depois de diagnosticado um câncer em sua madrasta, ele resolve abandonar a banda, porém nunca a música, seguindo sua carreira solo no melhor dos estilos Indie Rock, Acústico e Rock alternativo ele é influenciado por bandas como Nirvana, Guns N´ Roses entre outras. Logo após, Jeremiah Whiteley recebe o diagnóstico de um câncer de cólon em forma de tumor, está fazendo seu tratamento e mesmo assim nunca pretende abandonar a sua paixão que é a música. Acompanhe o Jeremiah e seu excelente trabalho solo "Sounds of Jawz" nas redes sociais e fique por dentro dos lançamentos e novidades desse cara.

Nós do Resenha do Rock estamos torcendo para que o Jeremiah fique curado desse câncer, para que ele possa levar sua música para milhares e milhares de pessoas por todo o mundo. - Carlos Vinícius


Saibam mais sobre a Sounds of Jawz e a história do Jeremiah:


"Meu nome é Jeremiah Whiteley e eu sou um músico solo de trinta e seis anos vivendo na Califórnia, EUA. Eu comecei meu projeto de música solo em 2009, chamando-o de "Sounds of Jawz". "Jawz" vem de minhas iniciais, JAW, com um "z" adicionado para se divertir. Eu cantava no coral da minha escola e eu tenho brincado instrumentos desde que tinha 15 anos, quando comecei a tocar bateria usando o teclado do meu melhor amigo, enquanto ele tocava guitarra. Em breve, eu peguei o violão, mas porque eu sou canhoto, eu aprendi a toca-lo de cabeça para baixo e para trás, que é como toco para baixo até hoje. Nós amamos emulando algumas das nossas bandas favoritas que eram populares no tempo, Nirvana, Live e Guns N' Roses. Quando me formei na escola, meu pai me comprou um conjunto de tambor, assim, em meus primeiros vinte anos, toquei em bandas como baterista. Eu me tornei um marido quando era vinte e um pai em vinte e um, mas passei muito tempo gravando e tocando em shows longe de casa. Ao longo do tempo, eu achei que a ideia de estar longe da minha família, sair com os caras não me atrai mais. Me tornei mais interessado em tocar música sozinho em casa, ao invés de com uma banda. Em 2009, depois que minha madrasta amorosa foi diagnosticada com câncer, comecei a trabalhar através de minhas emoções escrevendo música. Eu escrevi a canção "Silhouette", logo após sua morte, em maio de 2009. Eu escrevo, toco e gravo todas as minhas músicas originais em casa usando meu computador pessoal. Minha música é nos gêneros de Indie Rock, Acústico e Alternativo. Minhas principais influências são as bandas de rock alternativo da década de 1990 que eu amava tanto quando era um adolescente. Lancei meu primeiro álbum auto-intitulado em fevereiro de 2011 e estou atualmente trabalhando em um segundo. Em fevereiro de 2015, fui diagnosticado com câncer de cólon na forma de um tumor localmente avançado e iniciei tratamento de quimioterapia. A música é minha paixão para que quando eu estou me sentindo bem o suficiente, passo meu tempo livre, trabalhando em minha música, cantando, tocando guitarra, baixo e teclado. Como eu luto esta batalha, peço que você se juntar a mim na minha jornada musical".



Contato: